segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Onde encontrar os livros da Marilza Conceição?

Nos sites das editoras e pelo e-mail: marilza.conceica@gmail.com
                     O Balé da Chuva, clique aqui: Editora Insight, Curitiba, 2014.
É verão, tarde da noite e a casa dorme. Nana acorda com
os sons da tempestade e busca pela mãe, que à janela da cozinha,
rememora os cheiros da infância trazidos pela chuva. Mãe e filha
vivenciam um momento mágico, assistindo ao balé das gotas
na calçada e ouvindo a orquestra do vento. O amor da mãe ajuda
a dissipar o medo que a filha sente. O trovão não pode ser
desligado e Thor aparece, tomando forma na fantasia,
junto às gotas bailarinas do balé da chuva.



O Ovo do Boloclique aqui: Editora Insight, Curitiba, 2014.
Olhem só a resenha da Fabiana Cunha:
"Receitas de família são um dos maiores bens que herdamos. Elas costumam ser tão especiais que algumas pessoas nem gostam de repassá-las; preferem mantê-las em segredo. Mila é uma garota que recebe de herança um livro de receitas e fica encantada ao folheá-lo, pois além de receitas muito gostosas, tem ali algumas anotações feitas por sua bisavó, o que torna o livro ainda mais especial. Ao escolher o “bolo de caneca”, ela começa uma jornada em busca do ovo, afinal receita não especifica que ovo é: será o de jacaré? O de coruja? O de ema!? Na quitanda o mistério se resolve: ela encontra ovos de galinha e leva um deles para entrar de ingrediente no seu “bolo delícia”.
E nada melhor do que chamar os amigos para partilharem dele numa gostosa tarde, afinal receitas de família são um convite ao convívio alegre e festivo".
(Quem quiser fazer o bolo da Mila vai ficar contente: o livro traz a receita completa, com direito a passo a passo ilustrado.)
“O ovo do bolo”
Texto: Marilza Conceição
Ilustrações: Mari Inês Piekas
Onde encontrar o livro?
e-mailmarilza.conceica@gmail.com
 ☆                         ☆                          


As Primas, clique aqui: Editora InVerso, Curitiba, 2013.
 As Primas transmitem uma mensagem positiva sobre a vida. 
Nas férias de verão, na praia, os dias são repletos de novidades, desde o "marulho" do mar até as carambolas que viram estrelas. Nas viagens imaginárias, há perguntas e respostas para os pequenos mistérios do cotidiano. Crescer é exercitar nossa curiosidade sobre as coisas, como fazem as primas meninas e as primas estrelas.
Adquira:
e-mail: marilza.conceica@gmail.com ou nos sites:
AMERICANAS.COM
SUBMARINO.COM

SHOPTIME.COM.BR




                                                      
 Torre de Papel, 2015.

Participo desta coletânea, com o conto Livro Vazio. 
Pinóquio é o convidado de honra para o jantar de gala, do Palácio da Rainha Vermelha. E leva Mila com ele! Mas que importância têm as letras e as palavras no mundo? É a pergunta que se fazem os personagens, diante do livro vazio. E não é que as palavras foram parar no bufett de sopa de letrinhas, do jantar do Dia da Mentira! Você vai se divertir com este e outros contos, da coletânea organizada por Ana Maria Camargo et al.
São 21 autores, com lindas ilustrações da Márcia Széliga e do Axel Guiller.
Adquira pelo contato: marilza.conceica@gmail.com

terça-feira, 15 de março de 2016

Uma poesia para a escola, no dia 15 de março

A CLASSE
                       Marilza Conceição


Brincamos de roda
formamos um time          
acertamos a bola na cesta de vime.

Os pequenos irrequietos
preferem rolar no chão
livres no pátio coberto
em sua aula preferida: recreação.
Cantamos marcando passo  
uma canção que fala de chuva

a voz das crianças enche o espaço:

ora casa o espanhol, ora casa uma viúva.
Cantigas de roda são mutantes

servem nesta geração
para cantar a infância de antes.
Música também é saúde, flexibilidade e atitude
Escola é cheia de vida,
criança é sempre meu par.

Pré da Escola Municipal Cerro Azul, em 2007


domingo, 6 de março de 2016

Workshop de Contação de História

Ficar na frente de uma plateia é um ato de coragem, tendo pouca ou muita gente, e da idade que for. Sherazade tinha somente o rei. Uma pessoa, mas de grande importância. E todas as nossas plateias são tão importantes quanto o rei da Sherazade. E estamos colocando nossa vida à disposição dos que nos ouvem: nossa voz, gestos, olhar, respeito, nosso corpo falando aquela história e ao mesmo tempo contando tanto da nossa pessoa. Quando estamos diante dos outros, estamos nos desnudando, mesmo que a história seja outra. Não deixe de saber mais sobre essa linda arte que desperta pequenos leitores e os estimula para o mundo da imaginação! 








Conheça o livro: 



sábado, 20 de fevereiro de 2016

Roda de leitura na praia

Convidei algumas crianças para uma roda de leitura, na praia. Eles escolheram o livro Mary Poppins, traduzido por Ronaldo Fraga, com lindas ilustrações de Joca Reiners Terron. Numa das nossas tardes, servi chá, como se faz na Inglaterra, mas abrasileirei, batendo com limão, que formou uma espuma tão apreciada, que eles pediram mais, nos outros encontros. Meus pequenos vizinhos viajaram para bem longe, no finalzinho das férias. E eu adorei narrar essas aventuras. Ficou um gostinho de quero mais...


Neste dia descobrimos a vaca que estava com uma estrela cadente entre os chifres e não podia parar de dançar. Que divertido! 

Um presente de aniversário para sempre! 
Trata-se deste livro que recebi das minhas filhas e do genro, numa edição primorosa da Cosac Naif, para Mary Poppins, traduzido por Ronaldo Fraga, com lindas ilustrações de Joca Reiners Terron


O chapéu que Mary Poppins usa é parecidíssimo com um barquinho de papel. Fizemos alguns como lembrancinha do primeiro dia de roda de histórias na praia







Depois das leituras, servi o "chá da Mary Poppins", que na minha receita leva mate gelado, batidinho com limão, bem espumoso. Com aquele calorão, a combinação agradou a todos!