quarta-feira, 13 de março de 2013

Chá para uma dama contemporânea

Chá para uma dama contemporânea
LAVRA PALAVRA, realizado no The Kettle
ministrante: Glória Kirinus
                                                                                           por Marilza Conceição.
Na tarde em que a chuva permanecia suspensa em nuvens acinzentadas, ela optou pelo chá de casca de tangerina, que oferecia o cardápio.
Antes de ser servida, respirou o ar que envolvia a casa e espiou se entre os frequentadores das outras mesas, estaria o príncipe encantado.
A chuva derramou-se e ele não apareceu no salão. Por certo o trânsito piorou, por isso ficou retido. Aconchegada na poltrona ela bebericou a saborosa mistura e pensou nas mulheres que adivinham a sorte, olhando as ervas no fundo das xícaras. Teriam subido em árvores, na infância, para tão bem decifrar a linguagem das folhas?
E pensou na sua sorte, nas suas conquistas e no quanto estava bem, com príncipe ou sem.