terça-feira, 28 de setembro de 2010

Um livro do qual gostei muito!


Regina Sormani, redatora do blog da AEILIJ Paulista, propôs aos autores que comentassem sobre um livro do qual gostaram muito: AEILIJ PAULISTA: Um livro do qual gostei muito

Gostei muito de "Quando eu era pequena", de Adélia Prado, Editora Record. Apesar de ser classificado como literatura infanto-juvenil - não são somente crianças que gostam de linguagem poética - o livro oferece leitura agradável para todas as idades. Adélia está estreando na escrita de literatura infanto-juvenil e escreve com maestria. A personagem principal, Carmela, faz desconfiar que se trata de memórias e nem tanto de invenção literária. As ilustrações de Elisabeth Teixeira são primorosas e remetem ao romantismo do texto. Na história, são relatadas as dificuldades financeiras da família durante a segunda Guerra Mundial, as roupas que passavam da irmã mais velha para a menor, a oração nos dias de chuva e as poesias declamadas para as visitas.
E foi isto que me tocou profundamente, pois lembrei-me da minha infância. Quando chegavam visitas em casa, meu pai chamava:
— Marilza, venha cantar!
Ao violão, ele dedilhava acordes que eu acompanhava no tom que ele indicava. - É dó! - eu nunca soube direito qual é a entonação do dó. Modulava a voz pelo ouvido. E cantávamos o que era ensaiado, em domingos pela manhã.

Com sua escrita despojada, Adélia alinhava os acontecimentos, em um tom que fica mais autobiográfico e emocionado ao longo do livro. Na última página, dá a deixa quando relata aquilo que se pode considerar um postscriptum: “Em um livro não cabe tudo. Não falei de minhas brigas com Alberto nem das brincadeiras com meu primo Benedito. Quem sabe posso escrever outro para contar esta parte?”.


Sou fã e adorei!